30 de setembro, 1 e 2 de outubro de 2019
Firjan | Av. Graça Aranha,1 - Rio de Janeiro
Idealização logo_upc_br
Realização logo_id_br

Programação

Baixe a Programação completa

*programação sujeita a alteração sem aviso prévio

Reunião sobre Iniciativa Global Câncer Infantojuvenil:

Reunião para apresentação da Iniciativa Global do Câncer Infantojuvenil, discussão sobre o contexto brasileiro e potenciais oportunidades para priorização do câncer infantojuvenil no Sistema único de Saúde do Brasil.

Público Alvo: convidados

Horário: 9:00 – 12:00 | Local: 3º andar, FIRJAN

Grupos de Trabalho (GT)

Os GRUPOS DE TRABALHO (GT) aprofundam a discussão sobre os quatro temas que compõe a Carta de Recomendações: acesso ao tratamento, formação profissional, informação em saúde e cuidados paliativos. Após o Fórum, a Carta de Recomendações é enviada a gestores do SUS, diretores de universidades públicas e de hospitais que fazem parte do Unidos pela Cura.

ORIENTAÇÕES GERAIS SOBRE OS GRUPOS DE TRABALHO (GT):

  • Os GTs serão compostos por no MÁXIMO 30 participantes;
  • Cada GT terá COORDENAÇÃO E RELATORIA, além dos participantes inscritos;
  • Cada GT terá a participação de até 3 AUTORES DOS RELATOS DE CASOS , para apresentação oral;
  • Cada GT deverá produzir um relatório comparando a CARTA DE RECOMENDAÇÕES à situação atual e apontar novas recomendações, que serão selecionadas pelos coordenadores para compor a próxima edição da CARTA DE RECOMENDAÇÕES;
  • Os participantes escolhem o GT no ato da inscrição. É possível escolher SOMENTE UM GT.  
  • A participação será por ORDEM DE INSCRIÇÃO, sendo encerrada ao atingir o número máximo de inscritos.

GT 1 | Acesso ao tratamento do câncer infantojuvenil

Contribuir para a implementação de estratégias voltadas para o acesso rápido ao tratamento do câncer infantojuvenil: regulação, monitoramento dos casos e assistência ao paciente.

Coordenação: Sima Ferman (INCA) e Marcelo Land (IPPMG)

Horário: 14h às 17h | Local: 4º andar, Firjan

GT 2 | O câncer infantojuvenil e a formação de profissionais

Definir estratégias interinstitucionais para a inclusão do câncer infantojuvenil nos espaços de formação acadêmica de medicina e enfermagem, e de educação continuada de profissionais de saúde.

Coordenação: Elizabeth Parent (Soperj) e Paulo Peres (SMS/RJ)

Horário: 14h às 17h | Local: 4º andar, Firjan

GT 3 | Informação em Saúde

Construir propostas para consolidar a implementação do Registro Hospitalar de Câncer (RHC) e do Registro de Câncer de Base Populacional (RCBP) no Rio de Janeiro, com foco na padronização de registros pediátricos.

Coordenação: Marceli de Oliveira Santos (INCA), Rejane Souza Reis (Fundação do Câncer) e Evelyn Kowalczyk (Instituto Desiderata)

Horário: 14h às 17h | Local: 4º andar, Firjan

GT 4 | Princípios Básicos do Sistema Único de Saúde em Relação ao Câncer Infantojuvenil: Cuidados Paliativos

Construir estratégias para a implantação e o desenvolvimento dos cuidados paliativos nos serviços de oncologia pediátrica.

Coordenação: Juliana Mattos (HFSE), Juliana Lyra (HFSE), Renata Barros (HFSE) e Thais Nery (HFSE)

Horário: 14h às 17h | Local: 4º andar, Firjan

Noite de Abertura

17h30 às 18h30

Coquetel de Abertura | Local: 3º andar, Firjan

18h30 às 20h

Mesa de Abertura: Secretaria Municipal de Saúde; Secretaria Estadual de Saúde; Ministério da Saúde; Instituto Nacional do Câncer; Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica, Instituto Desiderata.

Conferência: O câncer infantojuvenil no mundo – Dr. Carlos Rodriguez Galindo | Hospital St. Jude, Memphis, EUA

Local: 3º andar, Firjan

Evento científico

Local: 2º andar, FIRJAN – Federação das Indústrias do Rio de Janeiro. Avenida Graça Aranha, 1 Centro, Rio de Janeiro.

Veja no mapa

8h30 | Credenciamento e Café de boas vindas


9h – 10h30| Mesa 1

Panorama do câncer em crianças e adolescentes:  onde estamos e como avançar? 

  • Ana Cristina Pinho Mendes Pereira | Instituto Nacional do Câncer e Ministério da Saúde
  • Cláudio Galvão de Castro Jr | Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica
  • Representante Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro
  • Representante Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro

Mediação: Roberta Costa Marques | Instituto Desiderata


10h30 – 10h50 | Perguntas


10h50 – 12h| Mesa 2

Redes de atenção em oncologia pediátrica: experiências latino-americanas 

  • Como assegurar políticas públicas que garantam cuidado mais equânime para crianças e adolescentes com câncer em diferentes contextos? – Carlos Rodriguez Galindo| Hospital St Jude, Memphis, EUA
  • Panorama do Plano Nacional do Câncer Infantojuvenil no Peru – Liliana Vasquez | Ministério da Saúde, Peru
  • O Programa de Câncer Infantojuvenil no Chile: a experiência do PINDA – Milena Villarroel | PINDA, Chile
  • Laurenice Pires | Instituto Desiderata, Rio de Janeiro, Brasil

Mediação: Isis Magalhães | Hospital da Criança de Brasília, Brasil


12h – 12h20 | Perguntas


12h20 – 13h50 | Almoço


13h50 – 15h| Mesa 3

Importância dos registros populacionais de câncer

  • Como a padronização dos registros de câncer pediátrico pode qualificar a elaboração e planejamento de políticas públicas voltadas ao acesso do tratamento de qualidade e contribuir para maiores chances de cura? – Gemma Gatta | Fondazione IRCCS Istituto Nazionale dei Tumori, Itália
  • A evolução dos Registros de Câncer de Base Populacional no Brasil. – Marceli de Oliveira Santos | Instituto Nacional do Câncer, Ministério da Saúde, Brasil 
  • A participação dos Registros de Câncer de Base Populacional na pesquisa e projetos mundiais: experiencia do RCBP de Aracaju. – Carlos Anselmo Lima | Aracaju, Sergipe

Mediação: Beatriz de Camargo | Instituto Nacional do Câncer, Ministério da Saúde, Brasil


15h – 15h20 | Perguntas


15h20 – 16h30| Mesa 4

Inovações em Oncologia Pediátrica: Experiências de ações inovadoras no cuidado, na gestão pública e nas abordagens para o enfrentamento do câncer.

  • ONCO-PEDS: um aplicativo para o diagnóstico precoce e referência do câncer infantojuvenil – Liliana Vasquez | Ministério da Saúde, Peru
  • Vamos falar de câncer? Como ensinar as crianças sobre o Incrível Universo Celular – Luciana Lobo | Instituto ZENCancer, Rio de Janeiro
  • Câncer um problema global com soluções locais – o processo de engajamento de cidades do City Cancer Challenge Stephanie Shahini | City Cancer Challenge, Porto Alegre
  • Estratégias para prevenção do abandono do tratamento em crianças com câncer – Sima Ferman | Instituto Nacional do Câncer, Ministério da Saúde, Brasil

Mediação: Marcelo Land, Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira, Rio de Janeiro


16h30 – 16h50 | Perguntas


16h50 – 17h45 | Mesa 5

Cuidados Paliativos Pediátricos no Brasil: onde estamos?

  • Cuidados Paliativos nas políticas públicas: da regulamentação à implementação – Neulânio Francisco de Oliveira | Hospital Materno Infantil de Brasília, Distrito Federal
  • Panorama atual dos Cuidados Paliativos Pediátricos no Rio de Janeiro – Débora Mattos | Instituto Nacional do Câncer, Ministério da Saúde, Brasil
  • Cuidados Paliativos e Sociedade Civil: mobilização e advocacy para o tema – Ana Paula Bragança | Escola Nacional de Saúde Pública, FIOCRUZ, Brasil

Mediação: Ernani Mendes | Escola Nacional de Saúde Pública, FIOCRUZ, Brasil


17h45 – 18h00 | Perguntas

Cursos/oficinas

Os participantes escolhem, no ato da inscrição, o curso ou oficina que têm interesse em participar. Os cursos e oficinas apresentam uma capacidade máxima de participantes. A participação será por ORDEM DE INSCRIÇÃO, sendo encerrada ao atingir o número máximo de vagas. Os participantes podem inscrever-se em um curso ou oficina por turno (manhã e tarde), de modo a permitir que mais pessoas participem.

Curso 1: Curso de Oncologia Pediátrica com foco na Equipe Multiprofissional da Atenção Primária 

  • Ementa: Este curso pretende abordar, com um enfoque multidisciplinar a epidemiologia, os sinais e os sintomas do câncer infantojuvenil, emergências oncológicas na atenção básica, entre outros. Porém o foco principal é a abordagem multiprofissional da criança e sua família nos problemas decorrentes da doença como o acompanhamento fora de terapia e a reinserção do paciente e da família na comunidade.
  • Programação:
    • 9h – 9h10: Abertura e Boas vindas
    • 9h10 – 9h30: Mini Conferência: Câncer infantojuvenil: o impacto do retardo no diagnóstico – Sima Ferman (INCA)
    • 9h30 – 11h: Mesa redonda: Sinais e sintomas do câncer infanto-juvenil – “Red Flags”
      • 9h30- 9h45: Tumores sólidos – Arissa Ikeda
      • 9h45 – 10h: Tumor de SNC – Gabriela Oingman Bellas
      • 10h – 10h15: Doenças hematológicas – Daniela Leite
      • 10h15 – 10h30: Diagnóstico oncológico em situações de emergência – Licia Neves Portella
      • 10h30 – 10h45: Caso clínico e fluxograma 1 – Larissa Uemoto
      • 10h45 – 11h: Discussão
    • 11h – 11h15 Coffee Break
    • 11h15 – 11h40: Mini conferência: O programa de atenção a infância e adolescência na ESF no Rio de Janeiro – com ênfase nas várias etapas do tratamento do câncer – Ana Paula Daltro Leal de Paiva (SMS/RJ)
    • 11h40 -13h: Mesa Redonda: Itinerário terapêutico do paciente até o centro de referência
      • 11h40- 11h55: Médico – Marilia Fornaciari  Grabois
      • 11h55- 12h10: Enfermeiro – Jorge Leandro de Souto  Monteiro (INCA)
      • 12h10 – 12h25: Assistente social – Senir Santos da Hora
      • 12h25 – 12h40: Regulação – Clarice Gerbassi (SES/RJ)
    • 12h40 – 13h: Discussão e encerramento      
  • Responsáveis: Sima Ferman (INCA) e Jorge Monteiro (INCA)
  • Público Alvo: profissionais de saúde
  • Capacidade: 80 participantes
  • Horário: 9h às 13h | Local: 3º andar, Firjan

Curso 2: Encontro Retinoblastoma

  • Ementa: A partir da ilustração de um caso clínico, discutir a construção da linha de cuidado do Retinoblastoma no Brasil. O encontro será uma oportunidade para refletir sobre as possíveis ações e serviços a serem desenvolvidos nos diferentes pontos da rede de atenção à saúde, considerando as diferenças locais.
  • Responsáveis: Nathalia Grigorovski (INCA) e Clarissa Mattosinho (INCA)
  • Palestrantes: Célia Antoneli (Universidade Nove de Julho), Karina Ribeiro (Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa), Guillermo Chantada – online (Sociedade Latinoamericana de Oncologia Pediátrica/Argentina)
  • Público Alvo: oncologistas oculares, oncologistas pediátricos, oftalmologistas, residentes, estudantes de medicina e participantes das ligas estudantis.
  • Capacidade: 50 participantes
  • Horário: 9h às 13h | Local: 4º andar, Firjan

Curso 3: Cuidados Paliativos Pediátricos: uma realidade em construção (manhã)

  • Programação:
    • 9h – 10h: Cuidados Paliativos: conceitos gerais – Ernani Mendes (ENSP/FIOCRUZ)
    • 10h – 11h: Equipe de cuidados Paliativos na integração com equipe não paliativa – Edna Moreira (Gaffre Guinle)
    • 11h – 12h: Decisões sobre Cuidados Paliativos, alinhamento entre cuidadores e equipe. E a criança? – Débora Mattos (INCA)
  • Responsáveis: Ana Paula Bragança (ENSP/FIOCRUZ), Débora Mattos (INCA), Ernani Costa Mendes (ENSP/FIOCRUZ) e Laurenice Pires (Instituto Desiderata)
  • Público Alvo: todos os profissionais de saúde
  • Capacidade: 50 participantes
  • Horário: 9h às 12h | Local: 4º andar, Firjan

Curso 4: Cuidados Paliativos Pediátricos: uma realidade em construção (tarde)

  • Programação:
    • 13h – 14h: Comunicação de notícias difíceis – Ana Paula Bragança (ENSP/FIOCRUZ)
    • 14h – 15h: Espiritualidade e o cuidado – Bruno Oliveira (INCA)
    • 15h – 16h: Cuidados Paliativos: como mensurar os resultados e criar indicadores – Luciana Ramalho (Hospital Estadual da Criança)
    • 16h – 17h: Roda de conversa com os palestrantes
  • Mediação: Érica Quintans
  • Responsáveis: Ana Paula Bragança (ENSP/FIOCRUZ), Débora Mattos (INCA), Ernani Costa Mendes (ENSP/FIOCRUZ) e Laurenice Pires (Instituto Desiderata)
  • Público Alvo: todos os profissionais de saúde
  • Capacidade: 50 participantes
  • Horário: 13h às 17h | Local: 4º andar, Firjan

Curso 5: Estadiamento padronizado do câncer infantojuvenil

  • Ementa: O estadiamento do câncer pediátrico é essencial para o seu prognóstico, e uma uniformização possibilitará a realização de estudos relacionados a extensão da doença ao diagnóstico e sobrevida da criança com câncer.  O Estadiamento Pediátrico, de acordo com o “Toronto Childhood Cancer Stage guidelines” tem como objetivo estabelecer um sistema de estadiamento uniforme para os tumores pediátricos. A implementação deste sistema   promoverá a compreensão do comportamento do câncer pediátrico em diferentes países, auxiliando no desenvolvimento de estratégias para a melhoria do panorama dos tumores infantis. O objetivo do curso é discutir a implementação desse sistema no nosso país, demonstrar experiências internacionais, e orientar futuros estudos.
  • Programação:
    • 9h – 9:30h: Abertura – Roberta Marques (Instituto Desiderata) e apresentação convidados
    • 9:30h – 10h: Por que estadiar? Importância e desafios – Beatriz de Camargo (INCA)
    • 10h – 11h: Projeto Piloto da Europa – Gemma Gatta (Istituto Nazionale dei Tumori/Italia)
    • 11h – 11:30h: Projeto Piloto do Brasil – Nathalie Balmant (INCA)
    • 11:30h – 12:30h: Participação dos coordenadores de registro: dificuldades e implementação – Carlos Anselmo Lima (SES/Aracaju), Paulo Cesar Fernandes de Souza (SES/Mato Grosso), Cynthia Laporte (SMS/Curitiba), Gil Pena
    • 12:30h – 13h: Conclusões e futuro – Marceli de Oliveira Santos (INCA) e Gemma Gatta (Istituto Nazionale dei Tumori/Italia)
  • Responsáveis: Beatriz de Camargo (INCA) e Marceli de Oliveira Santos (INCA)
  • Público Alvo: registradores, oncologistas pediátricos e enfermeiros
  • Capacidade: 40 participantes
  • Horário: 9h às 13h | Local: 4º andar, Firjan

Curso 6: I Seminário de Direitos Sociais e Oncologia Pediátrica (manhã)

  • Ementa: Questões socioeconômicas que impactam na evasão do tratamento.
  • Programação:
    • 9h às 9h30: Apresentação – Luciana Alcântara (INCA) e Juliana Lyra (HFSE)
    • 9h30 às 10h: Benefícios da Prestação Continuada: desafios para os casos de câncer infantil – Ana Paula Loures (INSS)
    • 10h às 10h30: As atribuições do Conselho Tutelar e os direitos da criança e do adolescente com câncer – Sérgio Henrique Teixeira (ACTERJ)
    • 10h30 às 11h: Vale Social e o impacto na acessibilidade do câncer infantojuvenil – Celina Rodrigues da Silva
    • 11h às 11h30: Rosemary Cruz (SUAS)
    • 11h30 às 12h: debate e encaminhamentos
  • Mediação: Monica Olivar (CRESS-RJ)
  • Responsáveis: Luciana Alcântara (INCA) e Juliana Lyra (HFSE)
  • Público Alvo: profissionais diretamente ligados à assistência
  • Capacidade: 30 participantes
  • Horário 9h às 12h | Local: 4º andar, Firjan

Curso 7: I Seminário de Direitos Sociais e Oncologia Pediátrica (tarde)

    null
  • Ementa: O papel da sociedade civil no cuidado ao câncer infantojuvenil
  • Programação:
    • 13h às 13h30: Casa de Apoio de Santa Tereza – O papel do Assistente Social no Terceiro Setor – Natalia Faro Rodrigues (CACCST)
    • 13h30 às 14h: Casa Ronald McDonald
    • 14h às 14h30: Trabalhando em rede: nem meu, nem seu: nosso – Laurenice Pires (Instituto Desiderata)
    • 14h30 às 15h: Realização de sonhos como estratégia para adesão ao tratamento – Roberto Palmeira (Instituto Rope)
    • 15h às 15h40: Marília Grabois
    • 15h40 às 16h10: Debate e encaminhamentos
    • 16h10 às 16h30: Considerações finais e encaminhamentos
  • Mediação: Laurenice Pires (Instituto Desiderata)
  • Responsáveis: Luciana Alcântara (INCA) e Juliana Lyra (HFSE)
  • Público Alvo: profissionais diretamente ligados à assistência
  • Capacidade: 30 participantes
  • Horário 13h às 17h | Local: 4º andar, Firjan

Curso 8: Oficina de Formação de Apoiadores para o câncer infantojuvenil

  • Responsáveis: Patrícia Elia (SMS/RJ) e Angela Alves (SMS/RJ)
  • Público Alvo: convidados SMS/RJ
  • Capacidade: 30 participantes
  • Horário 9h às 17h | Local: 4º andar, Firjan